Blog Saúde

Quando a dor no peito pode ser infarto?

30/01/2024

labribeiro

Nem sempre a dor no peito pode ser sintoma de infarto. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você esteja atento às dores no peito e saiba quando é necessário procurar ajuda.

A dor no peito, com sensação de peso, opressão ou queimação ao caminhar, ou fazer esforço físico, que aumentam ou se intensificam com o passar do tempo, pode indicar angina, que é uma dor no peito, causada possivelmente pela isquemia (redução do fluxo sanguíneo no coração) do músculo cardíaco. Se persistir após repouso, é necessário avaliação médica de emergência para descartar um infarto, especialmente se acompanhada de suor frio, palidez e tontura. Nos idosos, pode ser que a fadiga aumentada ao realizar atividades habituais seja um sinal de alerta conhecido como equivalente anginoso, exigindo assistência médica. Vale ressaltar que, caso o paciente apresente forte dor no peito que irradia para o braço, deve procurar um pronto atendimento para avaliação urgente, pois esses sintomas sugerem uma isquemia importante, e quanto mais cedo aconteça a intervenção médica, menor será a lesão do músculo cardíaco. 


É importante lembrar que, nem sempre, dor no peito é infarto, e indica problemas cardíacos, alguns problemas de saúde como ansiedade, síndrome do pânico e outros podem causar respostas físicas como aceleração cardíaca, palpitações, falta de ar e tremores que levam os pacientes suspeitarem ser sintomas de infarto.
E atenção: Se você estiver com dor forte no peito e nos braços, vá ao pronto-socorro para avaliação médica. É importante que o médico cardiologista seja consultado. 

O Laboratório Dr. Ribeiro realiza exames específicos para identificar os principais marcadores cardíacos que influenciam no bom funcionamento do coração e obter dados para prevenir possíveis problemas futuros Clique aqui e conheça o check-up Cardíaco.  


#LabRibeiro há 50 anos cuidando de você e de quem você ama. 

Conheça o nosso cartão "Cliente Especial"

05/01/2024

labribeiro

Os exames de rotina são importantes não apenas para prevenir um problema de saúde, mas também para detectá-lo o quanto antes. E para você ficar com os seus exames sempre em dia, o Lab Ribeiro disponibiliza o cartão de “CLIENTE ESPECIAL”, com ele você ganha descontos exclusivos. E para facilitar ainda mais a gente também parcela os seus exames em até 6x sem juros nos cartões de crédito. Assim fica fácil cuidar da saúde!

Cuide de você e conte com a qualidade do #LabRibeiro na hora de avaliar a sua saúde! 

5 DICAS PARA DIMINUIR O AÇÚCAR NAS REFEIÇÕES

21/08/2023

labribeiro

Se você é daqueles que ama saborear um docinho após o almoço, este conteúdo é perfeito para você! Neste artigo, vamos compartilhar dicas valiosas sobre como satisfazer seu paladar sem comprometer sua saúde. Afinal, é possível desfrutar de um momento doce sem exagerar no consumo de açúcar.

1 – Evite refrigerantes e sucos industrializados: essas bebidas são ricas em açúcar e calorias vazias;
2 – Prefira alimentos frescos e naturais: frutas, legumes e grãos integrais contêm açúcares naturais e são fontes de vitaminas e minerais;
3 – Leia os rótulos dos alimentos: muitos produtos industrializados têm açúcar adicionado, mesmo os salgados. Escolha opções com menos açúcar ou sem açúcar adicionado;
4 – Diminua a quantidade de açúcar nas receitas: experimente usar menos açúcar em receitas de bolos, sobremesas e molhos;
5 – Experimente novos sabores: use especiarias como canela, gengibre e cardamomo para adicionar sabor e doçura natural às suas refeições;

Lembre-se: reduzir o açúcar nas refeições é uma maneira importante para cuidar da sua saúde e prevenir doenças graves, como diabetes e obesidade.

CORTISOL – ENTENDA COMO O HORMÔNIO DO ESTRESSE PODE IMPACTAR O SEU DIA A DIA

14/07/2023

labribeiro

Você já deve ter ouvido falar sobre o “hormônio do estresse”, mas você sabe quais são as funções do cortisol e como ele funciona em nosso organismo?

Nós do Laboratório Ribeiro preparamos este material para que você entenda como o hormônio cortisol funciona no organismo e quais são seus benefícios e malefícios à nossa saúde. Mas vale dizer que o cortisol é mais benéfico do que qualquer outra coisa! 
Produzido pelas glândulas suprarrenais, que ficam logo acima dos rins, o cortisol é responsável por inúmeras respostas do nosso organismo ao estresse, porém ao mesmo tempo é fundamental para o bom funcionamento do metabolismo e do sistema imunológico do nosso corpo.  

Os níveis de cortisol no sangue variam durante o dia e começam a subir pela madrugada, entre as 3h e 4h, e chega aos seus níveis mais altos por volta das 9h da manhã, seguindo a partir daí para uma tendência em diminuir ao longo do dia, chegando ao nível mais baixo por volta das 23h.

É importante mantermos nossa saúde física e mental em estabilidade para que consigamos manter, também, os níveis de cortisol controlados. Com o cortisol funcionando de maneira normal ele atua como aliado na regulação do nosso humor, pressão arterial e até controla a quantidade de açúcar no nosso sangue. Bem como, quando em descontrole pode dar origem a quadros de doenças como diabetes, hipertensão arterial, perda ou ganho de peso em desarmonia com a normalidade, depressão etc. 

Como manter e avaliar os níveis do Cortisol?

O controle do cortisol no sangue pode ser feito com práticas simples do dia a dia, como manter uma rotina de atividades físicas pode auxiliar no controle através da produção de hormônios complementares que em unidade trazem benefícios como a serotonina. Além disso uma alimentação saudável rica em vitaminas e minerais ajudam a controlar os níveis de cortisol no sangue e a reforçarem a sensação de bem-estar.

Para saber como estão os níveis de cortisol no seu organismo é necessário realizar uma coleta de uma amostra de sangue, urina ou saliva. Para o caso de suspeita de crise adrenal (cortisol baixo) a coleta geralmente é feita de manhã por volta das 8h. Já para o caso de síndrome de Cushing (cortisol alto) a coleta deve ser feita após a ingestão de 1 mg de dexametasona na noite anterior, ou através da dosagem na saliva ou urina.

Conte com o Laboratório Dr. Ribeiro para a realização deste e de tantos outros exames fundamentais para que você tenha uma vida saudável e tranquila. 

Ref.:

VITAT

GNTECH

TUA SAÚDE

 

Como é feito o exame toxicológico para CNH?

07/06/2023

labribeiro

Atenção motoristas! O melhor preço para o exame toxicológico da região noroeste você encontra no Laboratório Dr. Ribeiro com a qualidade que você confia!
Somos o laboratório que mais realiza exames toxicológicos na nossa região. Faça o seu exame hoje mesmo por R$ 120,00 em até 6x sem juros.

O exame toxicológico tem o objetivo de acabar com o uso de substâncias químicas nas estradas e minimizar a imprudência dos motoristas no trânsito, proporcionando mais segurança à sociedade.

A Lei 13.103/2015 chamada “Lei do Caminhoneiro” ou “Lei do Motorista” determina que os condutores das categorias C, D e E façam o exame toxicológico nos casos de:
✔ Alteração de categoria da CNH;
✔ Renovação da CNH;
✔ Contratação e demissão de motoristas profissionais categoria C, D e E.
✔ Condutores com idade inferior a 70 anos de idade devem ser submetidos a um novo exame a cada 2 anos e 6 meses, a partir da obtenção ou renovação da carteira nacional de habilitação.

 

Você sabe como é feito o exame toxicológico para CNH?

A coleta é feita a partir de uma pequena amostra de cabelos ou de pelos corporais como peito, pernas, braços e axilas. Em casos especiais o exame toxicológico pode ser feito através da análise da amostra de unha;

O exame detecta substâncias consumidas até 180 dias antes do exame, porém não analisa o consumo de energéticos, antidepressivos, álcool, anabolizantes e calmantes.

Essa é uma coleta indolor que não requer preparação prévia, pedimos apenas que o cabelo não esteja molhado no momento da coleta. O prazo de entrega é, em média, 7 dias úteis a partir da chegada do exame para análise.

O Laboratório Dr. Ribeiro está apto a realizar a coleta para exames toxicológicos, pois segue todas as normas estabelecidas pelo DENATRAN. 

Se você é motorista e precisa fazer seus exames toxilógicos, clique aqui e conheça a unidade #LabRibeiro mais próxima de você.

Ciclo Circadiano: entenda como a mudança de horários pode afetar seu corpo e sua saúde

19/04/2023

labribeiro

Você já deve ter ouvido alguém que viajou para fora do país dizer a seguinte frase: “Nossa, não consegui descansar por conta do fuso horário diferente…”, mas você já se perguntou o motivo dessa afirmação? Ou melhor, já se perguntou o motivo de isso acontecer e de como a mudança de horários aos quais estamos habituados pode impactar em nosso organismo e em nossas funções biológicas? É o que nós do Laboratório Ribeiro explicaremos de forma simples nos próximos parágrafos.

Se imagine em uma vida sem relógios, sem hora de acordar, trabalhar, estudar ou dormir… Você acha que seria possível seguir a mesma rotina, sem muita variação de horários? A resposta é sim. E isso acontece porque seguimos o chamado “Ciclo Circadiano” que nada mais é do que o “relógio natural” que dita e gerencia nossas funções biológicas ao longo de 24 horas. Este relógio natural é quem dita, por exemplo, nossa temperatura corporal, pressão arterial, níveis de hormônio, produção de urina, frequência cardíaca, e por aí vai. Você já deve ter se perguntado o motivo de durante o sono não termos vontade de ir ao banheiro, ou até mesmo, porque durante a noite ficamos sonolentos e nossas funções biológicas entram meio que em stand-by; uma espécie de modo “economia de bateria”… A explicação está no Ciclo Circadiano.

A principal influência natural para o Ciclo Circadiano é a luz. Está diretamente ligado ao dia e à noite e está presente em plantas e animais, das mais diferentes espécies. Em nós, seres humanos, o ciclo circadiano coordena nossos sistemas mentais e físicos; muito por conta disso, você já deve ter se sentido “estranho” depois de seu horário habitual de almoço ou de dormir ter sido alterado.

De forma simples e resumida: com a claridade do amanhecer, nosso corpo libera cortisol, hormônio responsável por nos deixar despertos. Já ao anoitecer, com o escurecer, inicia-se a produção da melatonina, hormônio que proporciona o relaxamento e sono. Ele também atua em outras atividades, como, por exemplo, na liberação de enzimas essenciais no processo digestivo nos horários habituais das refeições, e por regular o metabolismo de acordo com o gasto energético necessário para cada hora do nosso dia.

É importante perceber a relevância de respeitar os horários do nosso corpo. Prestar atenção ao ciclo circadiano é fundamental para a nossa qualidade de vida. Manter a nossa rotina em sincronia com as necessidades e funções do nosso corpo pode aumentar a nossa produtividade e melhorar a nossa saúde. Por outro lado, ignorar esses horários pode causar prejuízos importantes, como diabetes, obesidade e até mesmo contribuir para processos depressivos.

Invista na sua saúde e tenha o Laboratório Ribeiro como parceiro nessa jornada de cuidados.